Enquanto desktops e notebooks ficam mais enfadonhos, smartphones e tablets se tornam mais interessantes. Esse é o resumo da ópera. Ficamos com nossos gadgets nas mãos, levamos para lá e para cá, circulamos pela casa e até nos esquecemos das velhas máquinas. Fala-se muito que entramos na era pós-PC. Pois é, os PCs estão se deslocando para um segundo plano na vida doméstica. Continuam sendo importantes, mas equipamentos intuitivos, móveis, com telas sensíveis ao toque e que se conectam facilmente ganham espaço e fazem a computação onipresente. Diversos aplicativos de desktop estão virando “touch” e rodam no iPad. Muita coisa que você fazia no notebook já pode ser realizada no iPhone. Está tudo ao alcance da mão. Testamos algumas formas produtivas ou apenas divertidas de utilizar seus equipamentos na nova era:

Joysticks e games

No iPad, vá à AppStore e procure pelo MPad. O MPad é um aplicativo que reúne dois games das antigas: um é o Plane, na verdade o velho Asteroids, e o outro é o Snake. Ambos são oferecidos gratuitamente. Mas, para jogar, você precisa baixar o Mpad-Controller (US$ 0,99) no iPhone. Ligue o jogo no iPad e o controller no iPhone e siga as instruções da tela para conectar os dois gadgets pela sua rede wi-fi. Você pode jogar com até quatro iPhones ao mesmo tempo usando seu iPad como tela do game. No iPhone, você tem várias opções de configuração dos controles e pode ativar o modo vibração.

Snake: joystick no iPhone e tela no iPad

Teclados, mouses e controles remotos

Se quiser transformar seu iPhone em um mouse, use um aplicativo chamado Remote Mouse (US$ 1,99), que também conta com versões para iTouch e iPad (US$ 2,99) e é compatível com Mac e Windows. Para conectar o iPad e usá-lo como teclado do seu computador, é preciso baixar um aplicativo para Mac ou PC no site do Remote Mouse (www.remotemouse.net). Você pode se conectar deixando seu gadget na mesma rede wi-fi do seu computador (auto-connect) ou digitando o endereço IP no gadget. O aplicativo permite que você configure a velocidade e os botões do “mouse”. Se quiser testar o programa antes de comprá-lo, há uma versão trial. Existe um outro aplicativo que se chama Mobile Mouse e também funciona para iPhone e iPad. O preço é o mesmo do Remote Mouse e a configuração é parecida. A diferença é que ele permite também o acesso ao iTunes. Falando nisso, o aplicativo Remote, oferecido na iTunes Store gratuitamente, pode ser baixado no iPad, no iPhone e no iTouch. Você conecta o controle remoto ao iTunes do computador ou à Apple TV via rede wi-fi. Basta ativar o compartilhamento familiar (home sharing) no iTunes e nos gadgets. Se você já tem Apple TV, você pode usar o Remote para comandá-la.

Teclado no iPad e mouse no iPhone

Excel, Garage Band e Photoshop

Ficou fácil usar no iPad alguns aplicativos de produtividade que se consagraram nos computadores, como o Quick Office, o iMovie e o Garage Band. Os dois últimos são programas nativos do Mac OsX e já têm versões para o tablet. O Garage Band serve para compor músicas. O iMovie é um editor de vídeos. Com o Quick Office do iPad dá para usar o Word, o Excel e o PowerPoint. Até o Adobe Photoshop, que, na versão CS5, ganhou um complemento chamado Photoshop Touch Apps, tem versões “touch”. (DR e VV)

Photoshop Touch: edição no iPad

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: